Como encontrar uma boa consultoria de BI

Como encontrar uma boa consultoria de BI

Quando o assunto é a sua estratégia data-driven, não dá para deixar na mão de qualquer um, não é mesmo?

Para te ajudar a dar os passos que você precisa para lançar a sua estrutura de Businesss Intelligence, nós trouxemos esse guia prático de como encontrar uma boa consultoria de BI.

De nada! 😊

O que é Business Intelligence?

Antes de mais nada, vamos entender o que é o famoso Business Intelligence.

A gente está bastante acostumado a ver as pessoas se referirem ao BI como uma ferramenta, ou um conjunto de estratégias, mas a verdade é que não é bem isso… Esse termo serve para englobar todo o processo, infraestrutura, ferramentas e boas práticas para coletar dados e garantir que o tomador de decisões tenha acesso às informações certas no tempo certo.

Inteligência de Negócios, portanto, se trata de entender todos os problemas, forças e fraquezas da sua empresa com clareza e poder agir com base nos fatos e nos dados, deixando o achismo e o feeling de lado.

Isso é importante pois faz com que os dados do negócio sejam mais transparentes, mantém os colaboradores informados de tudo o que está acontecendo dentro de seu escopo de atuação, e cria o ambiente ideal para a inovação, para a colaboração entre equipes e o crescimento.

A promessa é boa, mas para fazer dar certo existem várias implementações que precisam acontecer antes de simplesmente contratar uma ferramenta para criação de dashboards.

Como funciona uma consultoria de BI?

Basicamente, uma consultoria de BI ajuda a transformar dados em insights, mas você sabe como isso é feito?

Em primeiro lugar existe a identificação do seu cenário… Você já possui uma estrutura de dados básica implementada e deseja impulsioná-la, adicionando automações, recursos melhores e mais compartilháveis, ou você quer ser mais data-driven e busca auxílio na implementação da estrutura de BI?

O primeiro passo desse tipo de consultoria é um alinhamento detalhado entre o consultor e os decisores da empresa, para desenharem juntos qual é o resultado final esperado. Quando os decisores da sua empresa têm uma ideia clara de onde querem chegar, fica mais fácil criar um plano em conjunto e entender o tempo que irá levar para alcançá-lo.

Esses são alguns elementos que precisam ser alinhados para que a consultoria possa entender quais são as principais implementações:

  • O que a sua empresa espera melhorar no resultado final?
  • Quais são os principais KPIs e OKRs que precisam ser mapeados e acompanhados?
  • Quem serão os responsáveis por analisar os dados dentro da empresa?
  • Com que frequência os dados precisarão ser compartilhados, e de qual forma?
  • Como são os Dashboards que se espera gerar no final das implementações?
  • O que se pode automatizar e quais tecnologias podem ser utilizadas.

Com base nessas e outras perguntas de qualificação é possível delimitar um plano de ação mais cuidadoso para o seu negócio e o passo a passo da intervenção da consultoria.

O que avaliar na hora de contratar uma consultoria de BI

Um ponto importante na construção de uma área (e uma empresa) data-driven é o que chamamos de alfabetização de dados, ou seja: a capacidade de sua equipe de ler, gerar e interpretar dados utilizáveis dentro do seu escopo de atuação.

Encontrar as pessoas certas, que possuem habilidades analíticas bem desenvolvidas é um grande desafio no mercado de trabalho brasileiro. Ao encontrar profissionais para o seu time o ideal é buscar aqueles que já são orientados a dados, ou que no mínimo sejam data-aware (ou seja: entendam a importância do uso dos dados dentro da organização). 

Você não precisa encontrar profissionais ultra-qualificados, mas é importante, no mínimo, poder contar com aqueles que têm o interesse de aprender e que acreditam em uma atuação mais focada em dados. Eles serão os aliados certos na sua jornada data-driven!

Conclusão

Contratar consultorias para auxiliar a sua empresa a alcançar níveis maiores de maturidade é uma decisão muito importante. Quando o assunto é a sua jornada de dados, esse assunto é ainda mais sério, pois ser data-driven envolve muito mais do que só a criação de dashboards dinâmicos e a centralização da informação em uma única área. Envolve cultura, envolve pessoas e envolve processos e tecnologias distintas para que funcione.

Por isso, escolha profissionais que são capazes de entender o seu cenário em menos tempo e entregar soluções que são realistas para alcançar a visão do que a sua empresa deseja alcançar através da iniciativa de dados.

Empresas como a Erathos podem ajudar nessa missão! Nós entregamos soluções de dados que diminuem o time-to-value da sua iniciativa e transformam a sua empresa em todos os níveis. Solicite um contato e faça um diagnóstico gratuito conosco, clicando aqui.