Como_uma_Data_Warehouse_ajuda_a_sua_empresa_a_crescer_1

Como um Data Warehouse ajuda a sua empresa a crescer

Vamos repetir o óbvio: você precisa aprender a usar os seus dados!

A melhor forma de conseguir criar uma empresa data-driven é tendo a combinação certa de ferramentas ao seu alcance: tecnologias, profissionais, métricas e infraestrutura, e através de um Modern Data Stack. Dentro dele, um elemento central é o Data Warehouse.

O que é um Data Warehouse?

Já falamos aqui no blog sobre o que é um banco de dados analítico, e sobre as suas vantagens, por isso decidimos mergulhar um pouco mais nesse assunto e te explicar como um Data Warehouse ajuda a sua empresa a crescer e a se transformar cada vez mais em uma organização data-driven.

Antes de mais nada, é importante que você entenda o que é um Data Warehouse. 

Um dos desafios da sua transformação data-driven é conseguir encontrar uma infraestrutura de gerenciamento e armazenamento de dados adequada e que faça sentido para suportar e trazer escalabilidade para a sua operação de dados. É importante também que, além de ter capacidade de armazenar um grande volume de dados, ela tenha interface e auxilie no suporte às suas operações de Analytics e BI.

De modo geral, é isso que um Data Warehouse faz. Ele funciona como se fosse o sistema nervoso das suas operações de dados, ou mesmo como um grande acervo, que contém e mantém todo o seu volume de informações que são geradas através da operação das áreas da sua organização em um diretório centralizado para que esteja disponível de forma padronizada e rápida quando for necessária.

Com o passar do tempo e a criação de novos insights, os responsáveis pelos dados de cada departamento, como marketing, vendas, RH, produto e financeiro irão disponibilizar novos dados para serem incluídos no seu Data Warehouse, de forma que eles fiquem armazenados em segurança e possam ajudar a embasar a tomada de decisões estratégica, complementando o histórico consolidado e a inter relação de cada área uma com a outra.

Dessa forma, isso ajuda a viabilizar futuramente o uso e aplicação de ferramentas de BI e Analytics para apoiar a tomada de decisões, a previsão de cenários e indicadores mais realistas da situação da organização.

Ou seja: o Data Warehouse é uma inovação que surgiu principalmente para ajudar a suportar o uso analítico de um grande volume de dados de uma companhia, para que eles possam ser usados de forma integral para guiar a tomada de decisão.

Quais são os benefícios de usar um Data Warehouse?

Agora que você já sabe o que faz o Data Warehouse, precisamos falar dos principais benefícios dessa tecnologia para a sua empresa.

Preservação de séries históricas

Sabe todos os insights, dados e gráficos gerados pelos seus diversos sistemas, como ERP, CRM, planilhas, emails e demais ferramentas utilizadas no funcionamento rotineiro das áreas da sua empresa? O que a sua empresa faz com eles, e como eles guiam a tomada de decisões importantes?

Ter todas essas informações padronizadas e centralizadas dentro do seu Data Warehouse é um passo muito importante na sua jornada data-driven. Afinal, para compreender o seu passado e ter uma boa atuação no presente (ou até mesmo para poder fazer projeções futuras), é vital ter uma série histórica com informações confiáveis e agilidade para recuperar o que é necessário.

Nos casos em que a organização já conta com bancos de dados legado, geralmente eles não possuem essa habilidade de armazenar grandes volumes de dados, o que é algo fundamental para permanecer relevante em um mundo tão conectado.

Melhora a eficiência e qualidade dos dados

Em todo negócio moderno os dados são obtidos em formatos e de fontes diferentes, e costumam estar estruturados ou não-estruturados. Sem uma estrutura definida para formalizar tudo em um único formato, simplesmente é impossível tomar boas decisões estratégicas!

Um Data Warehouse mantém a informação atualizada, padronizada de acordo com o formato determinado pelas ferramentas de BI e Analytics utilizadas pela organização, e consequentemente facilita o processo de auditoria e garantia de qualidade. Isso faz com que os seus dados sejam confiáveis e a sua análise eficiente.

Outra situação importante para considerar é quando é necessário recuperar alguma informação de forma rápida para solucionar algum problema ou criar um plano de ação estratégico. O seu Data Warehouse é capaz de ajudar a encontrar o que é necessário de forma rápida e eficiente, evitando perdas de tempo dos seus profissionais de TI.

Evita Data Silos

Talvez você conheça esse cenário: as métricas de vendas e marketing não se conversam, o comercial e o financeiro cada um se organiza com sistemas e planilhas próprios e sem interface um com o outro, empresas que dependem de relatórios dos gerentes de dados e levam muito tempo para tomar decisão (o fechamento de todo mês é aquele sofrimento!)…

Se isso soa familiar é porque você já trabalhou (ou trabalha) em uma empresa que sofre com os Silos de Dados.

Como um Data Warehouse ajuda a centralizar a informação, eles não acontecem e isso salva tempo, recursos importantes e muitas reuniões para discutir resultados sazonais. Quer saber mais sobre esse assunto? A Erathos tem um e-book inteiro falando sobre ele, clique aqui para baixar.

Oferece escalabilidade

A gente sabe que hoje em dia “escalável” é mais uma dessas palavras que as pessoas gostam de falar sobre suas áreas, soluções e empresas. Isso acontece porque quanto maior espaço para crescimento, melhor, e essa mesma lógica se aplica ao seu banco de dados.

Hoje em dia, os Data Warehouses mais modernos são construídos com a possibilidade de adicionar mais elementos para possibilitar seu crescimento.

Conclusão

Um Data Warehouse é uma forma moderna e inovadora de centralizar os dados de uma organização, e é um elemento principal do Modern Data Stack. 

Existem várias vantagens para o seu uso, mas em essência ele é uma forma de fazer as informações da sua organização estarem mais centralizadas, fáceis de acessar e de integrar com as suas ferramentas de BI e Analytics.

O Data Warehouse não é o único banco de dados que pode ser implementado para suportar a sua jornada data-driven. Outras formas de armazenar dados são Data Lakes e Data Lakehouses, cada um oferecendo vantagens e desvantagens próprias.

Para saber mais sobre como lançar a sua jornada data-driven, acesse os artigos no blog da Erathos e revolucione a estratégia da sua empresa.